quinta-feira, 31 de maio de 2012

Batata Rostie com recheio de bacalhau

Fim de semana chegando e eu escolhi uma receitinha gostosa para compartilhar com vocês. Com certeza vocês irão gostar dessa receita de batata rostie, que pode ser feita com recheio de bacalhau, frango ou outro ingrediente da sua escolha.  


Batata rostie com recheio de bacalhau
Ingredientes:
2 Dente(s) de alho amassados
1 Unidade(s) de pimentão vermelho pequeno picado
3 Colher(es) de sopa de amido de milho MAIZENA®
1 Xícara(s) de ADES original
4 Colher(es) de sopa de cebolinha picada
1 Quilo(s) de batata
1 Colher(es) de chá de sal
2 Colher(es) de sopa de azeite de oliva para untar
300 Grama(s) de bacalhau
1 Colher(es) de sopa de azeite de oliva
1 Unidade(s) de cebola pequena picada
Modo de preparo 
Coloque o bacalhau em uma tigela, cubra com água e deixe por 12 horas. Troque a água por 4 vezes. Desfie o bacalhau. Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola e alho até dourar.
Junte o bacalhau desfiado, o pimentão e refogue por mais 3 minutos.
Dissolva o amido de milho MAIZENA® no ADES original e junte ao refogado, mexendo sempre, até engrossar
Retire do fogo, acrescente a cebolinha e misture. Reserve.
Descasque as batatas e coloque-as em uma panela. Cubra com água e cozinhe por 25 minutos ou até ficarem al dente.
Espere esfriar e rale-as no ralo grosso. Coloque em uma tigela, junte o sal e misture. Reserve.
Unte com o azeite uma frigideira grande (24 cm de diâmetro). Espalhe metade da batata, forrando o fundo da frigideira.
Distribua o recheio e cubra com o restante da batata.
Leve ao fogo médio por 10 minutos ou até dourar. Vire cuidadosamente para dourar o outro lado. Sirva em seguida.
Dica: Não cozinhe demais as batatas para que fiquem crocantes ao dourar. 

Sugestão: Mas se a ideia de ir para a cozinha não te agrada, vou dar duas dicas de restaurantes bons para saborear uma deliciosa batata rostie. O primeiro é bem famoso, é o Beluga, que tem a melhor batata rostie. Com vários restaurantes espalhados pela cidade você pode escolher; tem no Norte Shopping, no Downtown na zona oeste do Rio, onde o atendimento é de primeira. No Beluga a batata rostie tem várias opções de recheio e de acompanhamento. A minha sugestão é a batata com strogonoff de carne ou a de picanha. Deliciosas! Já a de camarão é um pouco enjoativa por causa do excesso de catupiry.  Vale lembrar que a grande dá tranquilamente para três pessoas.


Outro lugar legal para saborear este prato é o Big Batata. Um pouco menos famoso que o primeiro,  fica na Taquara, mas tem filial no Recreio.
Estr de Rio Grande 3864 - Jacarepaguá
Rio de Janeiro Tel: (21) 2443-6812
Avenida Genaro de Carvalho 1305 lj a - Recreio dos Bandeirantes
Rio de Janeiro  Tel: (21) 2437-5220


Rio promove atividades de prevenção e combate ao tabagismo


Para comemorar o Dia Mundial Sem Tabaco, a Secretaria municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro (SMSDC) vai promover nesta terça-feira (31) uma série de atividades de prevenção e combate ao tabagismo. Até o dia 3 de junho, serão realizadas ações para orientar a população sobre o impacto do fumo em locais públicos e unidades de saúde. As atividades acontecerão em pontos estratégicos da cidade, como os calçadões de Campo Grande e de Bangu, na Zona Oeste, Avenida Atlântica, em Copacabana, na Zona Sul, e no Piscinão de Ramos e no Shopping Nova América, em Del Castilho. As tendas oferecerão teste de dependência física, medição de monóxido de carbono no organismo do fumante e aplicação de questionário para análise estatística da população atendida. O evento terá distribuição de material educativo com orientação sobre dependência física, psicológica e comportamental. Também será oferecido exame bucal para rastreamento de lesões e, caso necessário, encaminhamento para uma unidade de saúde.
Ação social

Já o Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (Iecac) realiza nesta terça-feira uma ação social na Cobal do Humaitá, na Zona Sul. Entre 9h e 15h, profissionais da unidade vão esclarecer o público sobre o tabagismo e seu tratamento. Uma equipe multidisciplinar formada por médicos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, fisioterapeutas, psicólogos, enfermeiros, nutricionistas e odontologistas vai estar no local distribuindo material educativo e também realizando exames. Segundo a Secretaria estadual de Saúde, as complicações decorrentes do tabaco são a maior causa de doenças e mortes evitáveis em todo o mundo. Só no Brasil, ocorrem 200 mil óbitos por ano em função de patologias que tem início no tabagismo.
Veja a programação do Dia Mundial Sem Tabaco no Rio: Atividades acontecerão em pontos estratégicos da cidade. Evento terá distribuição de material educativo.
Metrô da Siqueira Campos: tendas farão teste de dependência, avaliação da quantidade de monóxido de carbono no organismo, avaliação estomatológica para detecção precoce de lesões orais com profissionais da saúde bucal e informações sobre a convenção.
Horário: 9h às 17h
Praça Saens Peña: campanha Educativa com informações sobre tabagismo.
Horário: 9h às 12h
Ceasa: serviços de promoção de saúde com medição do nível de monóxido de carbono, com uso de monoxímetro, distribuição de panfletos, folders e orientações sobre tabagismo.
Horário: 6h às 14h
Evento no Calçadão de Bangu: profissionais envolvidos no Programa de Tabagismo das unidades realizarão a apresentação de teatro no tema do tabagismo
Horário: 9h as 12h
Shopping Campo Grande: medição do nível de monóxido de carbono, com uso de monoxímetro; distribuição de panfletos, folders e orientações sobre tabagismo; distribuição de kits odontológicos; exame bucal com ênfase na busca ativa de lesões.
Praça no Centro de Santa Cruz: teste com o aparelho monoxímetro para os fumantes; orientação, captação e encaminhamento de fumantes para as unidades credenciadas para o respectivo tratamento; orientação de higiene bucal.
Horário: 8h30 às 16h
Além desses locais, também haverá atividades em diversos Postos de Saúde da Família (PSF) e Centros Municipais de Saúde (CMS).

Cuide-se! Você ainda pode parar de fumar. E se você nunca fumou, PARABÉNS!

"Maio" mês das noivas... Já não é bem assim.

O mês de maio já foi considerado o mês das noivas. Ao que tudo indica essa tradição foi trazida do hemisfério norte, já que em muitos países o mês de maio é muito importante para os costumes populares. Celebrado com muitas flores em homenagem à natureza, e no auge da primavera, nesse hemisfério, o mês foi associado à celebração do amor no casamento ao longos dos séculos. Essa mesma ligação com as flores e a feminilidade fez com que maio, além de mês das noivas, também fosse considerado o "mês das mães e de Maria", o que seria mais um motivo para a escolha desse mês. De qualquer forma, o costume de realizar os casórios em maio anda perdendo força. No Brasil, os meses mais requisitados vão de setembro a dezembro. Dados do IBGE (Instituto Brasileira de Geografia e Estatística) apontam que o mês “campeão” dos casamentos é dezembro, seguidos por setembro e maio. Alguns noivos explicam que a escolha é por conta do clima e pela ajuda financeira do 13º. Além disso, o período de férias ajuda na viagem da lua-de-mel. Em segundo lugar entre os mais procurados, setembro é o mês em que se dá inicio à primavera. Além de ajudar no clima romântico, é quando existe uma melhor oferta de flores. Este fator faz com que os noivos tenham mais opções em relação à decoração da cerimônia e da festa. Mesmo na Europa, o mês de maio não é mais um consenso na hora de unir maridos e mulheres. Em países como a Inglaterra, junho é considerado o mês ideal - trata-se de uma tradição da Antiguidade, quando os romanos homenageavam Juno, deusa das mulheres e dos casamentos. Na América do Norte, os americanos preferem dizer "sim" em fevereiro, considerado o mês nacional dos casamentos. Por lá, vale tudo para celebrar a união perto do Dia dos Namorados, o Valentine’s Day, que naquele país é comemorado em 14 de fevereiro e não em 12 de junho, como no Brasil.
Quando se fala em casamento, tem-se em mente  as alianças, que assumem um papel de grande importância nessa cerimônia, pelo próprio significado do nome dado a essa jóia: aliança: ato ou efeito de aliar, casamento, anel de noivado ou de casamento. Aliar ( do latim "alligare" ) : unir, fazer ligação, harmonizar, combinar, agrupar, unir em casamento, ligar-se, confederar-se, casar-se."
O anel como sinal de comprometimento, ou seja, a aliança, foi utilizada a primeira vez pela Civilizacao Romana repetindo-se esta tradição até hoje em outros povos. Normalmente as alianças de casamento são confeccionadas em ouro, simbolizando a indestrutibilidade dessa união. Nas joalherias, tradicionalmente são produzidas alianças específicas para as bodas de prata e bodas de ouro. É tradicional, na cultura ocidental, se comemorar com bodas os eventos relativos ao casamento, e com o jubileu, outros fatos marcantes da vida social. Embora a maioria das pessoas só conheça as bodas de prata (25) e de ouro (50), a cultura popular associou um material para cada aniversário de casamento, independentemente dos anéis, que representa uma nova etapa de vida.
Para marcar cada um desses eventos se associa a cada data das bodas algum material que o represente. Por exemplo: OURO: O ouro fascina a humanidade desde a sua descoberta. De todos os metais, apenas ele reúne beleza, brilho, virtual indestrutibilidade e maleabilidade. As boas de ouro são comemoradas aos 50 anos de casamento.
DIAMANTE: Da palavra grega "adamas" que significa força e eternidade do amor surgiu a denominação diamante. As bodas de diamente são comemoradas aos 60 anos de casamento.
Embora ocorram variações nos materiais associados, a lista abaixo é a que encontramos mais freqüentemente:

01º - Bodas de Papel
02º - Bodas de Algodão
03º - Bodas de Couro ou Trigo
04º - Bodas de Flores, Frutas ou Cera
05º - Bodas de Madeira ou Ferro
06º - Bodas de Açúcar ou Perfume
07º - Bodas de Latão ou Lã
08º - Bodas de Barro ou Papoula
09º - Bodas de Cerâmica ou Vime
10º - Bodas de Estanho ou Zinco
11º - Bodas de Aço
12º - Bodas de Seda ou Ônix
13º - Bodas de Linho ou Renda
14º - Bodas de Marfim
15º - Bodas de Cristal
16º - Bodas de Safira ou Turmalina
17º - Bodas de Rosa
18º - Bodas de Turquesa
19º - Bodas de Cretone ou Água Marinha
20º - Bodas de Porcelana
21º - Bodas de Zircão
22º - Bodas de Louça
23º - Bodas de Palha
24º - Bodas de Opala 
25º - Bodas de Prata 
26º - Bodas de Alexandrita
27º - Bodas de Crisoprásio
28º - Bodas de Hematita
29º - Bodas de Erva
30º - Bodas de Pérola
31º - Bodas de Nácar
32º - Bodas de Pinho
33º - Bodas de Crizopala
34º - Bodas de Oliveira
35º - Bodas de Coral
36º - Bodas de Cedro
37º - Bodas de Aventurina
38º - Bodas de Carvalho
39º - Bodas de Mármore
40º - Bodas de Esmeralda
41º - Bodas de Seda
42º - Bodas de Prata dourada
43º - Bodas de Azeviche
44º - Bodas de Carbonato
45º - Bodas de Rubi
46º - Bodas de Alabastro
47º - Bodas de Jaspe
48º - Bodas de Granito
49º - Bodas de Heliotrópio
50º - Bodas de Ouro 
51º - Bodas de Bronze
52º - Bodas de Argila
53º - Bodas de Antimônio
54º - Bodas de Níquel
55º - Bodas de Ametista
56º - Bodas de Malaquita
57º - Bodas de Lápis-lazúli
58º - Bodas de Vidro
59º - Bodas de Cereja
60º - Bodas de Diamante 
61º - Bodas de Cobre
62º - Bodas de Telurita
63º - Bodas de Sândalo
64º - Bodas de Fabulita
65º - Bodas de Platina
66º - Bodas de Ébano
67º - Bodas de Neve
68º - Bodas de Chumbo
69º - Bodas de Mercúrio
70º - Bodas de Vinho
71º - Bodas de Zinco
72º - Bodas de Aveia
73º - Bodas de Manjerona
74º - Bodas de Macieira
75º - Bodas de Brilhante ou Alabastro

Fontes: Wikipédia, a enciclopédia livre. Endereço: http://pt.wikipedia.org/wiki/Bodas
Brasil Cultura. Endereço: http://www.brasilcultura.com.br

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Parabéns pelas bodas de prata


Hoje vou falar de escolhas, não das minhas, mas as de um casal que optou por dizer "SIM" no altar, diante de Deus e dos homens, para juntos seguirem nos caminhos da vida, compartilhando todos os momentos em busca da felicidade... Hoje completam 25 anos de união minha irmã e seu esposo a quem eu quero parabenizar. Para começar eu quero dizer o que a palavra "Boda" vem a ser...



Boda (pronuncia-se "bôda") é a festa que celebra o aniversário de casamento, no Brasil se fala "bodas" no plural. A palavra tem origem no latim "votum" e significa "promessa". De acordo com o seu significado religioso, sem dúvida é a promessa por excelência, que um homem e uma mulher podem fazer diante de Deus, realizando seu compromisso de esposo e esposa diante de um altar consagrado. Uma promessa para toda a vida, e esse é o ditame de seu ritual.


                                                   Noite de outono, noite de alegria.
                                                   Cenário ideal para recordações...

                                                   25 anos se passaram desde
                                                   que vocês disseram “SIM”.
                                                   Tantos sonhos realizados!
                                                   e outros tantos adiados...
                                                   O mais importante,porém,foi
                                               continuarem juntos neste processo
                                                  de construção da felicidade...
                                           Que nos anos vindouros possam vocês
                                               juntos prosseguir, confiantes nessa
                                            empreitada de experiências compartilhar...
                                            E dos anos vividos lembrem-se com emoção,
                                              afinal o que os uniu veio lá do coração.







Parabéns e muitas felicidades. 

Qual é a "melhor idade"... Você decide!

Mens sana in corpore sano ("uma mente sã num corpo são") é uma famosa citação latina. Esta citação é uma paráfrase de uma frase de Thales (famoso matemático grego) feita através de uma  sátira à sociedade romana da época, pelo poeta  romano Juvenal em ( Sátira X). A intenção original do autor foi lembrar a importância da saúde física e espiritual.  A conotação satírica da frase, no sentido de que seria bom ter também uma mente sã num corpo são, é uma interpretação mais recente daquilo que Juvenal pretendeu exprimir. E parece, que o que já era sabido pelos romanos, tornou-se mais evidente nos dias de hoje, após tantas pesquisas relacionadas à saúde do ser humano. Em decorrência disso a geração na faixa dos 50 anos está redefinindo o conceito do que é envelhecer. 
A mentalidade mudou, enquanto no passado chegar à meia-idade significava aposentar-se precocemente em várias áreas: trabalho, relacionamento e sexo. O que se vê hoje, são pessoas que vivem para aproveitar os últimos anos de vida da forma mais dígna possível, com alegria e com o entusiasmo de quem tem a vitalidade para continuar aprendendo e descobrindo coisas novas, inclusive o amor. Calcula-se que só no Brasil essa turma já movimente 90 bilhões de reais por ano no país. De olho no aumento da expectativa de vida das pessoas, não só no Brasil, mas em vários países como: Alemanha, Japão, Itália, França e Estados Unidos, tem havido um crescimento de uma indústria voltada para esses consumidores em potencial, chamada "terceira idade", ou se preferirem "melhor idade". Só nos Estados Unidos, há cerca de quinze revistas mensais destinadas a esse público. Além de pacotes de viagens, palestras e livros são lançados a todo momento ensinando como viver mais e melhor na "melhor idade".
Acredito que a exaltação à "melhor idade" se deva ao fato de algumas pesquisas científicas terem concluido que os cuidados com a saúde (mesmo que tardios), assim como atitudes positivas diante da vida, aumentem as chances de longevidade. Pois, segundo novas conclusões, é o estilo de vida da pessoa durante a vida inteira, que vai determinar a maturidade saudável.
Devo confessar que não gosto de rótulos, e embora não goste do título "melhor idade", admiro a nova tendência das pessoas idosas estarem cuidando mais da saúde e descobrindo o prazeres da vida. Prazeres estes que deveriam ser desfrutados em qualquer idade, assim como os cuidados com a saúde, que deveriam ser, também, um hábito desde cedo. Além é claro, do bom-humor e contentamento com a vida.  Como prova disso,  constatamos as respostas de pessoas com mais de 90 anos, quando se pergunta à elas o que fizeram para chegar àquela idade. 
Numa entrevista à Revista Veja, Bibí Ferreira (90anos), contou sua trajetória de vida, disse que sempre trabalhou muito, "...Não posso parar de trabalhar porque não tenho renda para manter meu padrão de vida", disse a VEJA, entre um daiquiri e outro, que sempre gostou de dançar e que o faz até hoje aos 90 anos. Disse também: vivo melhor porque encaro as minhas fraquezas com humor. E respondeu às seguintes perguntas: QUAIS SÃO OS SEUS CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO? Como de tudo. Como pizza, muita pizza. Odeio salada. Quer estragar meu dia e minha refeição? Me ofereça alface. Gosto de comer feijoada com pimenta e farinha depois da apresentação, à 1 da manhã. GINÁSTICA? Faço esteira, raramente. Se pudesse, só andava com saia curta para mostrar as pernas, que são lindas. Meu vestido no show tem fendas laterais até em cima.
O arquiteto Oscar Niemeyer aos 103 anos fala com entusiasmo do seu trabalho, e vez ou outra solta frases bem-humoradas sobre saúde dele, sobre a idade, recomendações médicas e a forma de encarar a vida. Chego à conclusão de que foi graças ao seu estilo de vida que ele alcançou a idade que tem, e concluo: a vida não deve ser levada tão a sério, deve vivida com alegria, com entusiasmo, "saboreada" lentamente.
O "segredo" está nas frases de quem soube viver e continua encantado com a vida: "Segredo da Longevidade 48 – Não viva cada dia como se fosse o último. Viva como se fosse o primeiro", eu posso imaginar os outros 47 itens da lista... " Meu médico me proibiu de tomar vinho todos os dias. Sorte que ele não falou nada sobre Smirnoff Ice." e resumindo: "A gente precisa sentir que a vida é importante, que é preciso haver fantasia para poder viver um pouco melhor." (Oscar Niemeyer)


segunda-feira, 28 de maio de 2012

Saúde é o que interessa...

As mudanças no estilo de vida feminino, uma eterna disputa entre o desenvolvimento profissional e os cuidados com a família, não trouxeram somente mais autonomia. Doenças que antes eram consideradas tipicamente masculinas agora passam a preocupar também as mulheres, como é o caso do infarto e da insuficiência cardíaca.  "Poucas horas de sono, alimentação inadequada e sedentarismo são só algumas das imprudências que causaram o aumento desses problemas", afirma o geriatra Paulo Camiz, do Hospital das Clínicas de São Paulo. Somados às alterações hormonais, capazes de dar um nó na saúde e no metabolismo feminino, os maus hábitos formam um cenário ameaçador, que exige atenção. Sorte que a Ciência está ao seu lado e não para de oferecer descobertas que se traduzem em mais qualidade de vida.
No "Dia Internacional da Luta pela Saúde da Mulher", comemorado hoje (28 de maio), especialistas apontam sete descobertas para reforçar a saúde feminina. São medidas simples, mas que podem evitar as doenças mais comuns entre as mulheres.  Aproveite para inserir algumas dicas na sua rotina.
Prevenindo a osteoporose - Soja e derivados - foto: Getty Images A diminuição do estrogênio, típica da menopausa, causa uma perda óssea importante. Dados divulgados pela International Osteoporosis Foundation (IOF) indicam que cerca de 20% das mulheres com mais de 50 anos têm osteoporose e 15% sofrem uma fratura vertebral, decorrente da osteoporose. Mas a maioria delas nem desconfia disso, já que esse problema só causa dor em um terço dos casos. O mais adequado é prevenir a doença. "Tomar quinze minutos de sol três vezes por semana, manter uma dieta rica em vitaminas e minerais, além da prática regular de atividade física são boas medidas preventivas", afirma o ginecologista Raul Nakano, da clínica de fertilidade Ferticlin. A musculação é uma das melhores atividades para prevenir a osteoporose, desde que realizada com supervisão profissional. Um estudo realizado pela Northwestern University, nos Estados Unidos, mostra que esse tipo de exercício traz o aumento na densidade óssea da coluna e do quadril, áreas mais comumente afetadas pela osteoporose nas mulheres.
Sintomas da menopausa - Ondas de calor, alterações do sono e do humor, suores noturnos e diminuição do desejo sexual são sintomas relatados por cerca de 70% das mulheres que chegam à menopausa. Mas, além da reposição hormonal, existem outros métodos para combater os problemas.
Um amplo estudo, da Universidade de Delaware, nos Estado Unidos, indica que comer duas porções de soja por dia pode reduzir a frequência e a severidade das ondas de calor comuns do período em até 26%. Os resultados, publicados no periódico Menopause: The Journal of the North American Menopause Association, envolveram mais de 1.200 mulheres ao todo.
De acordo com outro estudo do Departamento de Tocoginecologia da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, o alimento à base de soja produz efeitos semelhantes à terapia hormonal, comumente aplicada em mulheres que passam pelo climatério. A dieta foi capaz de reduzir as típicas ondas de calor em até 65,4% e problemas musculares e articulares em 40%, além de diminuir a secura vaginal. Raul Nakano explica que a ação da soja se deve à presença de isoflavonas, mas o mecanismo de ação dessas substâncias ainda não está totalmente esclarecido.
Reposição hormonal - Mulher estressada  - foto: Getty Images A progesterona usada na reposição hormonal tem função protetora contra o câncer de endométrio (o estrogênio, também usado na reposição, faz essa camada se espessar). Mas, por outro lado, a progesterona pode desencadear tumores nas mamas. Um estudo realizado pelo National Institute of Health (EUA) revelou que pacientes de reposição hormonal combinada (progesterona e estrogênio) tinham maiores chances de desenvolver câncer de mama. Apesar das limitações desse estudo, que usou uma dose muito alta de hormônios para análise, o resultado foi aceito pela comunidade médica. Já o uso do estrogênio isoladamente (feito em mulheres que retiraram o útero) não apresenta esse risco. Não é de hoje que se discutem os riscos e benefícios da reposição hormonal. O ginecologista Raul explica que as vantagens na atenuação dos sintomas (calores, sudorese, estresse) são consenso. Mas os riscos do tratamento ainda deixam as mulheres com medo de optar pelos hormônios.
Trabalho e estresse - Médica e paciente - foto: Getty ImagesUm estudo feito pelo National Heart, Lung and Blood Institute, nos Estados Unidos, e apresentado no encontro anual da American Heart Association, em Chicago, avaliou 17.415 mulheres e descobriu que aquelas que ficavam estressadas no trabalho tinham um risco 40% maior de ter um ataque cardíaco. Nacionalmente, um levantamento realizado pela seguradora Sulamérica mostra que a rotina das brasileiras também é marcada pelo estresse e, em consequência, pelo aumento de doenças cardiovasculares. "Diminuir as obrigações femininas é quase impossível, mas dá para mexer na rotina e melhorar a alimentação, além de fazer exercícios para manter a saúde em dia", afirma o geriatra Paulo Camiz.
Doenças Cardíacas - Mulher praticando atividade física  - foto: Getty ImagesUma pesquisa da American Heart Association, indica que cerca de 500 mil mulheres morrem todos os anos nos Estados Unidos por doenças do coração, superando o número de homens mortos pela mesma causa. Até o início dos anos 80, eles eram a maioria, mas passaram a se prevenir e se tratar mais. O número de mortes após um primeiro infarto é de 38% para as mulheres, contra 25% para os homens. As mortes súbitas, sem sintomas, por doenças do coração também ocorrem mais em mulheres (65%) do que em homens (50%).
O geriatra Paulo Camiz explica que a rotina atribulada deixa menos tempo para as mulheres cuidarem da saúde. Redução das horas de lazer, da prática de atividade física e também das horas de sono são algumas das mudanças mais destacadas. "Paralelamente a isso, notamos que os médicos não dão tanto crédito a queixas cardiovasculares quando elas partem das mulheres", afirma o especialista. Os resultados não poderiam ser mais desastrosos. O especialista recomenda atenção no trato à saúde, dedicando-se ao trabalho sem esquecer-se da saúde e do bem-estar.
Sedentarismo - Mamografia - foto: Getty ImagesOs homens brasileiros são mais ativos que as mulheres: 39,6% se exercitam regularmente, contra uma frequência de 22,4% entre elas. Os dados são da pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), divulgada pelo Ministério da Saúde. Outra recente pesquisa intitulada "Os Pés dos Brasileiros", feita com 26.339 pessoas, mostrou que as mulheres brasileiras são mais sedentárias que os homens. O estudo encontrou que 57,6% dos homens e apenas 38,8% das mulheres praticam algum tipo de esporte. Paulo Camiz explica que o sedentarismo é, atualmente, considerado uma doença pela Organização Mundial da Saúde e deve ser tratado como tal. "Ele é um dos principais causadores de outras doenças, como a obesidade e o diabetes" A dica é praticar ao menos 30 minutos de atividade física três vezes por semana para combater o sedentarismo e se proteger desse mal.
Prevenção do câncer de mama - Um estudo publicado no periódico Radiology constata que a mamografia reduz significantemente a mortalidade por câncer de mama. Chamado Swedish Two-County Trial of mammographic screening, ele foi o primeiro teste que utiliza apenas a mamografia para rastrear diminuições nas mortes por câncer de mama. O exame é um dos mais importantes para a saúde da mulher, mas, segundo a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA) 31% das mulheres não fazem a mamografia com a periodicidade necessária. Outra pesquisa, realizada pela HealthStat Consulting, dos Estados Unidos, aponta que mulheres diagnosticadas com câncer a partir de um exame de mamografia costumam ter tratamento mais simples, menos chance de reincidência do problema e menor índice de mortalidade em comparação a mulheres que descobriram a doença por outros métodos de detecção.
O ginecologista Raul conta que a idade ideal de início do exame ainda é motivo de controvérsia dentro da comunidade médica. O consenso é que se deve realizar o exame de mamografia entre os 50 e 69 anos de idade preferencialmente anualmente. O rastreamento com mamografia também pode ser iniciado mais precocemente, quando a paciente tiver um parente de primeiro grau que teve a doença. Nesse caso o exame ser realizado 10 anos antes da idade do diagnóstico dessa doença no familiar.
Com tanta informação, não podemos descuidar da saúde, vocês não acham? Vamos lá mulheres, cuidem-se!

Fonte: Minha Vida, alimentação e bem-estar.


As frutas do outono e seus benefícios

As frutas fazem parte de um grupo de alimentos chamados de funcionais - isto é, alimentos que ajudam a deixar nosso corpo mais saudável e a retardar o envelheimento, conforme asseguram os cientistas. Entre os benefícios para o organismo está a prevenção contra o câncer e o combate aos radicais livres (que aceleram a morte das células). Além de saborosas, com tantos benefícios, é só escolher. Saiba quais são as frutas da estação, seus benefícios para a nossa saúde e aproveite.
Abacate: ajuda a controlar o colesterol, melhora o sistema circulatório e a pele.
Banana: repleta de potássio, é importante para a contração dos músculos, além de fazer bem ao coração.
Caquí: é rico em fibras e vitaminas A,C,B¹ e B². Possui cálcio e ferro. A fruta é um antioxidante e combate os radicais livres.
Goiaba: rica em vitamina A,B¹,C e cálcio. Fortifica os ossos e os dentes; melhora a cicatrização e o aspecto da pele, retardando o envelhecimento.
Laranja: rica em vitamina C, cálcio, fósforo e ferro que ajudam a reduzir o colesterol, as inflamações e a bloquear as células cancerosas.
Maça: contém vitaminas B¹, B² e niacina. É rica em ácido málico que ajuda o corpo a gastar energia de forma eficiente.
Melancia: apresenta vitaminas do complexo B e sais minerais, como cálcio, fósforo e ferro. Tem propriedades diuréticas.
Pera: rica em vitamina A, B¹,B² e C, sódio potássio, cálcio entre outros.
Agora é só aproveitar incluindo mais frutas à dieta, já que elas só fazem bem. E, para os que estão fazendo regime para emagrecer uma dica: fruta na porção certa não engorda. Além de colaborar para a nossa saúde, são fáceis de levar para o lanche no trabalho ou na merenda da garotada.

Curiosidade: Você sabia que tomate, chuchu e pepino são frutas?




CINEMA: L'amour au festival de Cannes 2012

Le Palme d'Or - A Palma de Ouro (em francês) é o prêmio de maior prestígio do Festival de Cinema de Cannes, entregue desde o ano de 1955 ao filme vencedor do Festival. A escolha anual é feita por um júri composto de profissionais internacionais ligados ao cinema, entre filmes inscritos de diversas partes do mundo, e se realiza durante o mês de maio na cidade de Cannes, na Riviera francesa.
Consagrado como o vencedor do prêmio máxmo do 65º Festival de Cannes, em cerimônia realizada no início da noite de domingo (27/05), três anos depois de ganhar a Palma de Ouro com A fita branca, o diretor austríaco Michael Haneke repetiu o feito com “Amour”, um filme sóbrio e comovente sobre o acaso da vida. Disse ele: “Durante muito tempo fui acusado de ser um especialista em violência. Dessa vez mudei de assunto”, brincou o realizador de 81 anos, autor de filmes como "A professora de Piano" (2001) e Violência Gratuita (2007).
Após ter valorizado o papel dos seus atores Haneke salientou, na conferência de imprensa dos homegeados, que este é um filme baseado numa experiência pessoal e que estabeleceu um compromisso com a sua mulher no sentido de não envelhecerem de forma dolorosa.
Os atores franceses Jean-Louis Trintignant e Emmanuelle Riva, interpretam em "Amour" um casal cheio de amor e cumplicidades, que quase não precisa de palavras para se entender. Mas um dia toda essa vida desaba, quando ela fica doente.  O filme fala sobre o drama de um octogenário que assume a responsabilidade de cuidar da esposa depois que ela sofre uma série de derrames que a deixam inválida, transcorre inteiramente em um apartamento parisiense, é um drama sobre o envelhecimento e o derradeiro sopro de amor de um casal de idosos. Mas Haneke não o faz com crueldade, mas com uma sensibilidade impressionante, com um grande humanismo e uma emoção contida. "Quando se chega a uma certa idade, o sofrimento inevitavelmente te comove. É tudo o que queria mostrar, nada mais", disse Haneke em uma coletiva de imprensa em Cannes, após a apresentação deste filme austero e doloroso.
 O 65º Festival de Cannes entra para a história ao colocar Haneke na restrita galeria de cineastas que ganharam duas Palmas de Ouro: Alf Sjöberg, Francis Ford Coppola, Bille August, Emir Kusturica, Shohei Imamura e os irmãos Jean-Pierre e Luc Dardenne.
Uma das surpresas da premiação foi o prêmio de direção para o mexicano Carlos Reygadas, autor de Post Tenebras Lux do versículo bíblico "Depois das Trevas vem a luz", um dos títulos mais vaiados pelos jornalistas. O filme fala sobre um casal que se muda da cidade grande para o interior e lá enfrenta os fantasmas das diferenças entre classes sociais mexicanas.  “Agradeço aos jornalistas que odiaram o meu filme e também a aqueles que o amaram. As duas opiniões são muito importantes para o longa”, disse Reygadas. 'Não vou mudar meu estilo',  O diretor disse ainda não achar que é "um cineasta louco que utiliza a linguagem abstrata para confundir e distanciar o espectador". Segundo ele, sua intenção, como a de todos os diretores, é "chegar a um público que me siga com a mente e o coração mas, sobretudo, quero me expressar livremente sem o desejo de mudar meu estilo para obter êxito comercial". "Eu não acredito que os prêmios levem a lugar nenhum, mas agradeço porque me confirmam que existem pessoas que apreciam meus filmes", declarou o mexicano. Ele ainda afirmou que teve tempo de assistir produções de outros diretores durante o evento. "Vi e amei, principalmente, 'On the Road', do brasileiro Walter Salles que fez um filme excelente, repleto de muito amor e humanidade e que, no entanto, não ganhou nenhum prêmio".
O Brasil foi muito elogiado, mas não ganhou nenhum prêmio, tendo se apresentado também em mostras paralelas ao festival com filmes e documentários.


domingo, 27 de maio de 2012

Golden Gate - a ponte dourada completa 75 anos

Uma das coisas de que eu mais gosto é de viajar. Descobrir novos lugares e diferentes culturas me fascina. Talvez, por isso, a segunda coisa que eu adore seja cinema. Através dos cenários, viajo absorvendo cada detalhe, revendo lugares aonde eu estive e antevendo os que pretendo conhecer. E, embora, eu nunca tenha estado em São Francisco, a ponte Golden Gate é uma velha conhecida minha através das telas de cinema. Construída sob protestos, a ponte Golden Gate completa hoje 75 anos. Uma maravilha da arquitetura, a ponte é para a Costa Oeste o que a Estátua da Liberdade e a silhueta de Manhattan são para a Costa Leste: ela dá as boas-vindas aos recém-chegados, e é o principal cartão postal da cidade. É considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno, construida em São Francisco, na Califórnia ela mede de 1,7 km de extensão, e é uma das mais conhecidas construções dos Estados Unidos.
Criada pelos arquitetos Irving e Gertrude Morrow, a ponte sempre impressionou tanto pela beleza quanto pela resistência.  Distingue-se pela sua cor vibrante , é pintada de vermelho-laranja (mais comumente chamado de "laranja internacional"), é dourada em todos os seus aspectos. A ponte foi batizada não por sua cor, mas porque se estende até o Estreito Golden Gate, nomeado pelo explorador John C. Fremont.  Já enfeitou milhões de cartões postais, além de aparecer em um número incontável de filmes, como: “Superman – O Filme”,  “Entrevista com o Vampiro“, foi destruída no filme “2012″ e apareceu no recente “O Livro de Eli“.
A Ponte Golden Gate impediu o isolamento de São Francisco em uma península, mas no começo não foi recebida de braços abertos operadores de balsas e ambientalistas se opuseram ao projeto e muitos engenheiros duvidaram que pudesse ser construída tão ousada estrutura sobre um estreito traiçoeiro no Oceano Pacífico. Os militares temiam que o colapso da Golden Gate pudesse bloquear o acesso à baía de San Francisco em tempo de guerra. Alguns moradores da cidade chegaram a combater a ponte porque pensavam que poderia arruinar a bela vista, segundo relatam historiadores. “Lançada em meio a milhares de esperanças e temores, amaldiçoada e hostilizada com zombarias por milhares", foi o modo como o engenheiro-chefe, Joseph Strauss, descreveu a ponte em um poema escrito para marcar sua inauguração em 27 de maio de 1937. Ele morreu menos de um ano depois.
A ponte foi inaugurada com uma celebração na qual 200 mil pedestres jubilosos a atravessaram. Durante a celebração do 50º aniversário, 300 mil pedestres a atravessaram. A Ponte Golden Gate também apresenta aos visitantes a suntuosa Área da Baía de São Francisco. De acordo com o ex-prefeito, Gavin Newsom, "os habitantes de São Francisco sabem que moramos na cidade mais bonita do mundo, uma jóia à margem da Golden Gate".

"A ponte é uma estrutura triunfante, um testemunho da criatividade da humanidade." - Kevin Starr em "Golden Gate", 2010


O Mundo nas telas de um brasileiro

Waldemar Marangoni Júnior 

Nasceu em São Paulo em 1972, e desde menino demonstrou interesse por desenho, já mostrando grande habilidade com formas e proporções. Incentivado pela mãe começou a pintar aos 9 anos, e não parou mais, evidenciando, através de suas aptidões e interesses as diretrizes de seu destino: a pintura.

Passados alguns anos de pintura autodidata, em 1987, inicia seus estudos com o pintor Renato Pinto e em seqüência abre seu próprio atelier, começa a dar aulas, passando a ter seus próprios alunos. 

No no de 2005, passa a estudar com o pintor Sérgio Longo, onde mergulha de cabeça na arte contemporânea. 
Marangoní segue a linha por certo tempo, até se deparar com a necessidade de romper barreiras e buscar novas linhas. Utilizando uma preferência pessoal, começa a fazer estudos com a arquitetura, mais especificamente a greco-romana. Um artista em ascensão indiferente a modismo,sua obra demonstra toda sua autenticidade, suas técnicas e cores revelam seu dom e amor pela arte.


Seguindo um caminho natural, sua arte amadurece, e o desafio técnico e sua relação visceral com as tintas e a tela o leva a outros desafios. Após passar por vários momentos, linguagens e estilos, encontra nas suas visões urbanas um assunto que pode desenvolver dentro de uma técnica balizada pelo seu conhecimento acadêmico, como conceitos de luz e sombra e diálogo entre as cores, com a pesquisa autodidata desde o primeiro contato com a pintura. "Mais do que discutir a arte, o artista necessita ter um envolvimento com aquilo que faz principalmente no aspecto de buscar um aprimoramento técnico e uma linha de trabalho que o satisfaça enquanto pesquisa estética". - diz Marangoní.

As visões urbanas estão caracterizadas por um fazer técnico que leva em conta princípios de arquitetura, como perspectiva e continuidade das linhas, mas, progressivamente,existe um processo de desconstrução daquilo considerado bem feito. O universo urbano, nesse processo de construção e desconstrução de imagens, pouco a pouco, perde seu referencial mais direto e se torna um local impessoal e universal. O que começa a ser ressaltado é a pincelada em si mesma e a técnica. Gradualmente, a preocupação deixa de ser o que se pinta para ser como se pinta. Esse é o grande passo de um criador: o artista começa a mergulhar mais e melhor nas formas que encontra de desenvolver um assunto e uma técnica. 


Marangoní, com suas Abstrações urbanas, atinge um resultado plástico instigante. Cada nova imagem é um processo de consolidação de sua pintura no mundo e sua afirmação para estabelecer sua própria linguagem, lírica nos seus melhores momentos, abstrata, no sentido de colocar questões, e urbana por ter nos edifícios e na cidade o assunto que estimula a sua matriz criadora. 


 

sábado, 26 de maio de 2012

Rio de Janeiro candidato ao título de patrimônio mundial da Unesco

Todos concordamos que o Rio de Janeiro é uma das mais bonitas cidades do mundo. Cantada em versos e prosas nossa cidade conta com paisagens deslumbrantes que encantam ao mundo inteiro. Não é por menos que as autoridades brasileiras apresentaram a candidatura da cidade do Rio de Janeiro ao título de patrimônio mundial da Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Sendo a principal idea a reunião de esforços internacionais na luta pela preservação da cultura e das riquezas naturais de uma área que inclui os principais pontos turísticos cariocas.
Em julho, o projeto da Unesco será analisado em São Petesburgo, na Rússia. Depois, os especialistas votarão a proposta brasileira, apresentada no dia 15 de maio de 2012, para decidir se o Rio deve receber o título. O público-alvo das apresentações é formado pelas representações diplomáticas dos 21 países com poder de voto na Convenção do Patrimônio Mundial, membros das principais universidades, formadores de opinião, jornalistas e instituições de preservação de todo o mundo.
Atualmente, 911 sítios são considerados como patrimônio mundial da organização localizados em 151 países. O Brasil faz parte dessa lista, com 18 sítios cadastrados - entre eles Brasília, o centro histórico de Salvador e as reservas de Fernando de Noronha.
O Projeto Rio de Janeiro, Paisagem Cariocas entre a Montanha e o Mar foi apresentado pela embaixadora do Brasil na Unesco, Maria Laura da Rocha, pelo presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Luiz Fernando de Almeida, e pela superintendente do Iphan, Cristina Lodi.
Segundo a proposta apresentada, as áreas que devem ser incluídas como patrimônio vão do alto do Corcovado até o Morro do Pico, em Niterói. Também devem ser incluídos pontos turísticos conhecidos, como o Parque Nacional da Tijuca, o Passeio Público, o Jardim Botânico, o Parque do Flamengo, a Baía de Guanabara e as orlas de Copacabana – com as praias do Leme, de Copacabana, Urca e Botafogo.
Segundo o presidente do Iphan, a situação social e econômica da cidade dificulta o trabalho de preservação de suas características naturais. Para ele, os grandes eventos internacionais, como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 216, representam um desafio na luta pela conservação do Rio, que não deve ser feita de forma pontual. Já a embaixadora Maria Laura da Rocha está otimista em relação à candidatura do Rio, embora especialistas tenham sugerido mudanças no documento final. "Eles (os especialistas) reconheceram as características de patrimônio mundial, o valor universal. Mas acharam que há algumas dúvidas quanto ao plano de gestão e monitoramento", comentou.
Só nos resta torcer para que a nossa cidade seja escolhida para receber o título.

                                  Vídeo oficial, feito pela Prefeitura do Rio para a candidatura.



 

Uma jóia do Rio reabre as portas

O Theatro Municipal fechado há três meses e meio pela Defesa Civil para limpeza e avaliação de riscos por conta dos desabamentos que ocorreram no Centro em 25 de janeiro deste ano em prédios vizinhos, anuncia a temporada 2012, que se inicia em maio com o ballet Criação.
Carla Camurati, presidente da Fundação Teatro Municipal, afirma, que o teatro vai estar funcionando a pleno vapor a partir do dia 31 de maio, quando estreia o espetáculo "A criação", de Haydn, que vai reunir coro, balé e orquestra do Municipal. O prédio anexo, que abriga as salas de ensaio, o setor administrativo e a bilheteria, foi o principal atingido pelos desabamentos ocorridos e ainda passa por reformas, só será reaberto em junho. Segundo Carla, os ingressos dos espetáculos poderão ser adquiridos numa nova bilheteria do Municipal instalada numa sala dentro do prédio principal.
 
Confira a programação:


Criação
Coreografia de Uwe Scholz - Música de Joseph Haydn
 
Maio/Junho

 
 
 
 
Morto prematuramente em 2004, aos 46 anos, o coreógrafo alemão Uwe Scholz, valendo-se do oratório de Haydn inspirado nos livros Gênesis e Paraíso Perdido, transportou para a cena 33 quadros que representam os sete dias de criação do universo. Para Scholz, a idéia de mundo se mistura com a idéia de espetáculo e exibe um grande equilíbrio entre música e coreografia. O Ballet do Theatro Municipal dançou a peça uma única vez, em 2005. O espetáculo conta com a presença do Coro e da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal.

Programa: A CRIAÇÃO, de Haydn

O coreógrafo alemão Uwe Scholz, valendo-se do oratório de Haydn inspirado nos livros Gênesis e Paraíso Perdido, transportou para a cena 33 quadros que representam os sete dias de criação do universo. Para Scholz, a ideia de mundo se mistura com a ideia de espetáculo e exibe um grande equilíbrio entre música e coreografia.
Bailarinos Solistas:
Cecília Kerche, Claudia Mota, Márcia Jaqueline,
Francisco Timbó, Filipe Moreira e Denis Vieira
Cantores Solistas:
Rosana Lamosa, soprano ou Alzeny Nelo, soprano
André Vidal, tenor ou Giovanni Tristacci, tenor
Sávio Sperandio, baixo ou Inácio De Nonno, barítono
Coreografia: Uwe Scholz
Iluminação: Michael Roeger
Regência: André Cardoso

Datas: Dia 31 de maio às 20h
Dias 02, 05, 06, 07, 08 e 09 de junho às 20h
Dias 03 e 10 de junho às 17h
BALLET, CORO e ORQUESTRA SINFÔNICA DO THEATRO MUNICIPAL
Preços: Frisa e Camarote - R$504,00
Plateia e Balcão Nobre – R$84,00
Balcão Superior – R$60,00
Galeria – R$25,00

Rigoletto De Giuseppe Verdi
Julho
Com libreto de Francesco Maria Piave a ópera é inspirada na peça de teatro Le roi s'amusede Victor Hugo, baseada na vida amorosa do Rei Francisco I.. A obra sofreu censura, acusada de expor a figura régia ao ridículo. Por esta razão, a ópera desvia ligeiramente da peça. A personagem do Duque era inicialmente o Rei, e alguma parte do texto teve de ser alterado devido ao conteúdo político.

Onegin Coreografia de John Cranko
Música: P.I. Tchaikovsky
Agosto
A coreografia de John Cranko, baseada no poema Onegin, do russo Alexander Pushkin, subirá ao palco do Theatro Municipal após um intervalo de seis anos. A música de Tchaikovsky será executada pela Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal. O ballet em três atos conta a história do jovem Eugene Onegin que, anos após rejeitar o amor de Tatiana, se vê completamente apaixonado por ela que, por sua vez, embora ainda o ame, já não o quer mais.

A Viúva Alegre Franz Lehar
Setembro
A opereta mais famosa do mundo sobe ao palco em setembro. O enredo de A Viúva Alegre desenvolve-se em Paris, onde o embaixador de um país europeu imaginário empenha-se em fazer com que a rica viúva Ana Glawary se case com um compatriota, para que sua fortuna permaneça na pátria. A Viúva Alegre estreou em 1905 e se transformou no mais bem sucedido musical de todos os tempos

Notre Dame de Paris Coreografia: Roland Petit
Música: Maurice Jarre
Outubro/Novembro
Depois de dançar Carmen e L'Arlèsiènne, o Ballet do Theatro Municipal apresenta outra obra do coreógrafo francês, morto ano passado. O ballet é inspirado no famoso romance homônimo de Victor Hugo que narra a história do amor altruísta do deformado sineiro da catedral de Notre Dame Quasímodo. É a primeira vez que o BTM apresenta a obra que tem música original escrita para o balé por Maurice Jarre e figurinos assinados por Yves Saint Laurent.

La Traviata De: Giuseppe Verdi
Novembro/Dezembro
Emblemático título do repertório de Verdi, com libreto de Francesco Maria Piave, a história é baseada no romance A Dama das Camélias, de Alexandre Dumas Filho.

O Quebra Nozes Coreografia de Dalal Achcar
Música P.I. Tchaikovsky
Dezembro/Janeiro 2013
O mais popular dos balés, o clássico natalino, em versão de Dalal Achcar encerra a temporada de dança do Ballet do Theatro Municipal.



sexta-feira, 25 de maio de 2012

O Brilho da Águia Dourada no Centro do Rio

 O Teatro Municipal é uma jóia do Rio de Janeiro, com arquitetura inspirada na Ópera de Paris, foi projetado pelo engenheiro Francisco de Oliveira Passos. Localizado no coração da Cinelândia, foi erguido no início do século XX e se tornou um dos mais belos teatros do país. Símbolo do período republicano no Rio, foi inaugurado em 1909 e já sofreu várias reformas, a principal delas foi em 1934. Com o crescimento vertiginoso da cidade, Carla Camurati, presidente da Fundação Teatro Municipal decidiu ampliar a capacidade da casa iniciando uma reforma que durou 850 dias. Reinaugurado há dois anos, em maio de 2010, retomou seu explendor original e chama atenção não só por sua concepção arquitetônica como também pela imponência de sua fachada e a beleza de seu interior. A águia dourada, símbolo do Theatro Municipal ocupou o seu lugar, o monumento de 2,8 metros de comprimento e seis de envergadura, foi recolocado no topo do Teatro. Os materiais nobres empregados em sua construção, como o mármore de Carrara, fazem deste teatro um verdadeiro templo da cultura.
As visitas guiadas, que voltaram a partir de janeiro (2010), estão suspensas no momento, duram cerca de 1 hora e o visitante conhece os salões, terraços e obras recuperadas, como o painel “A Música” que foi pintado por Eliseu Visconti no teto do foyer do balcão nobre. Antes do tour é exibido um vídeo curto e impactante sobre os dias de trabalho na reforma do prédio. São muitas imagens do trabalho de pedreiros, arquitetos, artistas e a equipe envolvida ao som de “O Quebra-Nozes” de Tchaikowisky.
O teatro, vinculado à Secretaria de Estado de Cultura, foi eleito o melhor teatro do Rio de Janeiro, na categoria cultura, pela Revista Época em novembro de 2011. Para o júri de Época, formado pelos jornalistas Daniela Name (curadora de arte), Gustavo Leitão, Jefferson Lessa, Paulo Mussoi e pela estilista Renata Abranchs, o Municipal brilha não só pela imensa reforma que passou, mas também por sua programação, agora mais diversificada.




Garota de Ipanema em alto mar

Eu tenho orgulho de ser brasileira, por isso, procuro enaltecer o meu país divulgando o que ele tem de melhor. Somos um país privilegiado em vários aspectos, e na música não é diferente.




Músicos conhecidos ou nem tanto, aqui no Brasil, fazem sucesso no exterior. É o caso do casal de músicos Rose Max & Ramatis, que foram escolhido de forma unânime, pela agência Alvatour Vacations para fazerem um show especial em comemoração aos 50 anos da música Garota de Ipanema, no navio Norwegian Sky. 
Os organizadores do evento contam que, poderiam escolher qualquer artista brasileiro, mas escolherem a dupla por serem conhecidos, premiados e da comunidade brasileira nos Estados Unidos. É a primeira vez que músicos brasileiros serão a atração de um cruzeiro até as Bahamas. O cruzeiro será de 1 a 4 de junho, saindo do Porto de Miami.
O casal, que comemora 25 anos juntos “como parceiros de palco e de vida”, como dizem, aceitou na hora o convite, um dos muitos projetos de 2012. O ano, para eles, começou com o lançamento de um CD do grande compositor Mexicano Armando Manzanero. Rose Max foi convidada, especialmente por ele, para cantar “Me deixas louca”, uma das trilhas do “Manzanero Chill: Beautiful Electronica, vol 1”. Rose conta que desde que se entende por gente, ouvia as músicas dele, e que foi uma honra ser chamado pelo próprio Manzanero para gravar essa música. Ela diz que é uma emoção ainda maior, por que a música, com a versão em português do escritor Paulo Coelho, virou um clássico na voz de Elis Regina, que assim como Manzanero, é um ídolo para ela. Rose Max e Ramatis são conhecidos pelo profissionalismo e por se apresentarem da mesma forma em um barzinho para 10 pessoas como em um grande espetáculo, como no ano passado, quando tiveram uma plateia de mil pessoas, no The Fillmore no Jackie Gleason Theater, um importante palco de Miami Beach. O show foi promovido pela entidade Voices Against Breat Cancer (Vozes Contra Câncer do Cérebro), que arrecada fundos para pesquisa contra o câncer. Os homenageados foram grandes cantores vítimas da doença, como Célia Cruz, Bob Marley, George Harrison. As músicas da brasileira , Nara Leão, foram interpretadas por Rose Max e Ramatis. Diz Rose: “A gente é uma empresa cuja moeda é o amor, respeito e cumplicidade”. Hoje com cinco CDs de sucesso gravados com Ramatis, nos Estados Unidos, afirma que os planos não param. Até o fim do ano, o casal está lançando um novo CD de composições próprias e no ano que vem Rose Max espera publicar um livro, "REMINISCOR - Reminiscências do coração”, que conta um pouco de suas aventuras na América.


Gilberto Gil faz show no Theatro Municipal

Gilberto Gil fará 70 anos no dia 26 de junho e irá celebrar com uma série de apresentações ao lado de orquestras sinfônicas.
GIL SINFÔNICO: CONCERTO DE CORDAS E MÁQUINA DE RITMOS - Série MPB &JAZZ 2012, é o primeiro show que acontece no palco do Theatro Municipal ao lado da Petrobras Sinfônica, regida por Isaac Karabtchvsky. Com a abertura da pianista russa Alexandra Trussova.
Ex-ministro da Cultura e vereador, Gilberto Gil é um dos principais nomes da arte brasileira. Com mais de 40 anos de estrada, o cantor e compositor apresenta em seu espetáculo grandes clássicos de toda a sua trajetória de mais de 60 álbuns lançados, desde Salvador 1962/1963 até Gil +10: Gilberto Gil Convida Ao Vivo.

Programa: Obras de Gilberto Gil, Dorival Caymmi, Tom Jobim, Jimi Hendrix, Gil & Dominguinhos, Gil & Caetano Veloso, Gil & Capinan, Luiz Gonzaga & Humberto Teixeira, entre outros.

Participação: ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA
BANDA DO ARTISTA GILBERTO GIL
Regência: Carlos Prazeres e Jaques Morelenbaum
Solista: Gilberto Gil

Data 28 de maio de 2012
Horário às 20:30
Preço a partir deR$ 20,00 a R$ 480,00

Ingressos à venda na bilheteria e no site da INGRESSO.COM

"Brasil: paraíso tropical..." eles dizem!

Como já falei antes em algum post, tenho orgulho de ser brasileira, e mais ainda quando vejo que a visão que alguns paises tem sobre o Brasil está mudando. Que o Brasil é o país do momento todo mundo já sabe. A Copa de 2014, as Olimpíadas de 2016 e a presidente mulher são apenas alguns dos assuntos falados no mundo inteiro. Até a Macy’s, maior loja de departamento dos Estados Unidos dedicou um campanha - com direito a parcerias entre marcas daqui, e uma série de eventos inspirados no nosso país. Na Itália o Brasil sempre é assunto nos jornais, televisão e revistas.
Fiquei muito feliz ao saber que a revista Marie Claire italiana fez a "Speciale Brasile", uma edição especial sobre o nosso país, em maio de 2012. O editorial "Ipanema Pop", publicado na edição de março deste ano da revista Marie Claire Italiana, já mostrava o interesse da revista pelo Brasil. 
Entrei no site para conferir, pois não achei a edição da revista por aquí. Claro, já imaginava o que encontraria no conteúdo da revista, mas fora alguns exageros, como a ausência de desemprego, eles se desdobraram em elogios à nossa terra. Quanto ao desemprego, tudo bem que melhorou, mas ausência também não né? Em 2011 a média do desemprego no Brasil fechou em 6%, e a previsão pra 2012 é uma alta, com um fechamento em 6,7%. Enquanto na Itália a taxa de desemprego está em 9,8%, na Espanha 24%. O que não dá pra comparar são os salários, pois com o salário mínimo brasileiro fica difícil viver com dignidade. Quase 25% dos brasileiros vivem com apenas 1 salário mínimo. Leiam:
  "...in Brasile, la cosa straordinaria è la quasi totale assenza di disoccupazione. Se sei laureato, puoi stare sicuro che otterrai un buon posto e farai carriera. Diversi europei e americani ci si sono trasferiti perché qui guadagnano meglio...."
  Traduzindo: "...no Brasil, a coisa extraordinária é a quase ausência de desemprego. Se é graduado, com certeza conseguirá uma boa vaga e fará carreira. Vários europeus e americanos se transferiram porque aqui ganham melhor..."  
 Dizem que o Brasil é considerado no momento a 6ª potência mundial. Eu penso: "ONDE?". Tudo bem...o assunto da revista não foi só esse, foi também moda (do Rio de Janeiro), arquitetura, beleza e cultura, citando artistas famosos como a Céu, que não é muito conhecida por aqui, mas faz muito sucesso por lá, fala do ator Cauã Reymond, fala de cineastas brasileiros e do filme "Paraisos Artificiais".
Fala ainda que o Brasil é lindo, e com isto todos concordamos, elogiam a presidente Dilma Roussef e  atenta para os próximos eventos no país como a Rio+20, a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. 
Confiram:
"...Alla tostissima Dilma è richiesta una navigazione molto attenta se vuole fare del Brasile una società giusta prima che una potenza mondiale. Ma siamo sulla buona strada..." e a seguir: "...Save the date(s): a giugno c'è Rio+20, la conferenza sullo sviluppo sostenibile,  2014: i campionati mondiali di calcio, 2016: le Olimpiadi..."
O que "eles" não viram: pelo menos 18,5 milhões de pessoas - quase a população de Minas Gerais - vivem em áreas urbanas com esgoto a céu aberto diante de suas moradias. Elas representam 12% da população pesquisada pelo IBGE no levantamento sobre o entorno dos domicílios. Os números do Censo 2010 mostram que 11% das moradias em áreas urbanas estão próximas a valas ou córregos onde o esgoto domiciliar é despejado diretamente. São 5,1 milhões de residências.
Bem, uma coisa é boa, a imagem do Brasil está melhorando. Espero que um dia deixemos de ser só samba, praia e carnaval! Quem quiser saber mais entre no site da Marie Claire italiana, e vejam o que falam do nosso país!
Baci a tutti!


quinta-feira, 24 de maio de 2012

Se até o Neymar dançou.....você vai dançar também.

A música representa a cultura de um povo, disso todos sabem, e o Brasil tem mostrado ao mundo a sua cultura, através dos artistas brasileiros que a levam a lugares distantes do planeta. Outro elemento importante da nossa cultura, o futebol brasileiro, é reconhecido no mundo inteiro devido ao talento dos nosso jogadores. Já não bastasse isso, Neymar tem mostrado que além de ser um excelente jogador, tem a alegria e a irreverência do nosso povo. Suas coreografias em campo tem rendido fama e sucesso para alguns cantores.
Mas foi graças à mídia e à coreografia de Cristiano Ronaldo, jogador do Real Madrid, ao comemorar um de seus gols dançando em campo “Ai se eu te pego”, que Michel Teló explodiu nas paradas. Agora o sucesso bateu à porta de JOÃO LUCAS E MARCELO com a música “EU QUERO TCHU EU QUERO TCHA” dançada por Neymar na comemoração do seu 100º gol contra o Palmeiras. E embora ninguém saiba o que é o tchu e o tcha a dupla está fazendo um sucesso estrondoso.
O sucesso da música de Teló foi tão grande que ele está em tournê pela Europa, já cantou em Londres, Portugal, Alemanha, e esteve recentemente em Cannes (na França), onde fez um show na boate VIP Room, além de dar uma entrevista num programa de tv durante um dos eventos mais importantes do cinema mundial, o 65° Festival de Cannes.
Gostos a parte, a verdade é que a música deles é alegre e contagiante. E essa alegria parece estar contagiando o mundo. Assim como Michel Teló, que está em primeiro lugar nos Trending Topics Mundiais, e já gravou em vários idiomas, chegou a vez da dupla João Lucas e Marcelo mostrarem aos gringos o que é o “Tchu e o Tcha”. A dupla recebeu convite para fazer uma tournê por diversos países. Será que os que forem a Londres encontarão os criadores do Tchu e do Tcha por lá? Se a moda pega, logo logo eles estarão cantando: " I want tchu, I want tcha..."
Tomara que o mundo conheça o Brasil não só pela sua alegria, mas também por outros talentos que são motivos de orgulho. Espero que o Brasil se sobressaia nos jogos olímpicos, trazendo muitas medalhas. Que seja respeitado e admirado pelo seu crescimento econômico, pela honestidade dos nossos governantes e pela igualdade social. Que o nosso país se torne realmente o "paraíso" que os estrangeiros acham que é, para nós, os “Brasileiros”.
 
 

E se você ainda não dançou, pode começar assistindo ao vídeo... Vai que algum "gringo" te peça pra ensinar.

Delícia para aquecer...

A temperatura amena do outono trazem aquela gostosa sensação de aconchego, dá uma vontade de ver um filminho em casa ou ler um bom livro. Trazem também a lembrança de bebidas típicas de inverno. E mesmo sem estarmos na estação mais fria do ano, podemos desde já nos deliciarmos com um gostoso cappuccino. Eis a receita:

Cappuccino
Ingredientes: 400 g de leite em pó
2 colheres de café de bicarbonato de sódio
4 colheres de sopa de chocolate em pó
100 g de café solúvel
22 colheres de açúcar refinado
1 pacote de preparo para chantilly
Modo de Preparo:
Bater no liquidificador, seguindo a ordem dos ingredientes e guardar em recipientes bem fechados. Se quiser um café cappuccino mais forte, use Nescafé tradicional, se quiser mais fraco utilize o matinal. Se lhe agrada, pode-se colocar um pouquinho de canela em pó. Quando for usar, você pode diluir 2 colheres de sopa da mistura em água quente ou leite. Eu prefiro o leite, mas vai do gosto de cada um. Experimente, é uma delicia!




quarta-feira, 23 de maio de 2012

Carta a um (ex-aluno) CDF

Esta carta é fictícia e retrata o sonho de qualquer professor: o de ver seus alunos terem sucesso profissional e pessoal.  Aproveito para parabenizar aos professores pela dedicação na difícil tarefa de ensinar. A "carta" também é uma homenagem aos bons alunos, àqueles que sentem-se excluidos pela turma por serem considerados CDF.

“... fiquei orgulhosa ao ler sua entrevista numa revista semanal. Não sei se você se lembra, mas fui sua professora. Você era o melhor aluno da turma no ensino fundamental. Aplicado, participativo, e enquanto os outros faziam algazarra atrapalhando as aulas, você sempre fazia perguntas sobre a matéria e absorvia tudo o que eu dizia. Lembro-me que você sentia-se excluído pelos colegas e muitas vezes se queixava comigo por te chamarem de “CDF”. No ensino médio ainda dei aulas para você. Posso lembrar  que já naquela época, você já sabia o queria ser, e enquanto os seus colegas “curtiam” a juventude, como eles diziam, você lia muito, estudava bastante e passou para uma excelente faculdade. Aliás, tenho certeza de que você passaria para qualquer faculdade que desejasse. Não nos vimos mais, porém eu tinha notícias suas, já que morávamos no mesmo bairro.
Na sua entrevista, você dizia que fez mestrado e doutorado na Alemanha, que trabalha numa grande empresa e que não te faltam ofertas de emprego. Você demonstrou gostar do que faz. Vi uma foto em que você estava com as crianças e com sua esposa, na casa de Angra. Você parecia feliz. Soube também que está saindo de férias com a família numa viagem para a Europa. Aliás, você deu algumas dicas de  lugares imperdíveis por lá. Pude perceber que você conhece vários países, freqüenta bons restaurantes, teatros e museus. Fiquei feliz ao saber que ganhou vários  prêmios pelo seu desempenho profissional, e que tem recebido convites para dar palestras sobre como alcançar  sucesso na carreira.
É uma pena que eu tenha me aposentado, se eu estivesse trabalhando, iria te convidar para dar uma palestra na escola, quem sabe assim, os alunos ficassem motivados com seu exmplo.
Só me resta dizer que tenho orgulho de ter sido sua professora. Eu ficaria muito feliz se tivesse tido a sorte de ter muitos alunos como você...”
Parabéns!

terça-feira, 22 de maio de 2012

A visão do mundo através das telas


Vera Braga em:













Como todo artista, Vera Braga, traduz a sua forma de ver o mundo através da sua arte. As cores, os traços firmes e a beleza do seu trabalho são as ferramentas que ela encontra para expressar seus sentimentos. Sua obra, qua na maioria das vezes, retratam a natureza, estão em exposição no Aeroporto Tom Jobim, Terminal 2 durante o mês de maio de 2012
Não percam!



Aprendendo a gostar de você...

Aprenda a gostar de você

"Aprenda a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você... A idade vai chegando e, com o passar do tempo, nossas prioridades na vida vão mudando... A vida profissional, a monografia de final de curso, as contas a pagar... Mas uma coisa parece estar sempre presente... A busca pela felicidade, com o amor da sua vida. Desde pequenas ficamos nos perguntando "quando será que vai chegar?" E a cada nova paquera, vez ou outra nos pegamos na dúvida "será que é ele?". Como diz meu pai: "nessa idade tudo é definitivo", pelo menos a gente sempre achava que era. Cada namorado era o novo homem da sua vida. Fazíamos planos, escolhíamos o nome dos filhos, o lugar da lua-de-mel e, de repente... PLAFT! Como num passe de mágica ele desaparecia, fazendo criar mais expectativas a respeito "do próximo". Você percebe que cair na guerra quando se termina um namoro é muito natural, mas que já não dura mais de três meses. Agora, você procura melhor e começa a ser mais seletiva. Procura um cara formado, trabalhador, bem resolvido, inteligente, com aquele papo que a deixa sentada no bar o resto da noite. Você procura por alguém que cuide de você quando está doente, que não reclame em trocar aquele churrasco dos amigos pelo aniversário da sua avó, que jogue "imagem e ação" e se divirta como uma criança, que sorria de felicidade quando te olha, mesmo quando você está de hort,camiseta e chinelo. A liberdade, ficar sem compromisso, sair sem dar satisfação, já não tem o mesmo valor que tinha antes. A gente inventa um monte de desculpas esfarrapadas, mas continuamos com a procura incessante por uma pessoa legal, que nos complete, e vice-versa. Enquanto tivermos maquiagem e perfume, vamos à luta... E haja dinheiro para manter a presença em todos os eventos da cidade: churrasco, festinhas, boates na quinta-feira. Sem falar na diversidade, que vai do Forró ao Beatles. Mas o melhor dessa parte é se divertir com as amigas, rir até doer barriga, fazer aqueles passinhos bregas de antigamente e curtir o som... Olhar para o teto, cantar bem alto aquela música que você adora. Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquele cara que você ama (ou acha que ama), e que não quer nada com você, definitivamente não é o homem da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você. O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar, não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você! "

( Mário Quintana)




Bíblia no iPad

Versão virtual da Bíblia chega ao iPad

Chamado de "Diário da Palavra", o aplicativo lançado pela Fundação João Paulo II (Canção Nova) traz uma versão virtual da Bíblia para o iPad, com o sistema operacional iOS 5.0 ou superior.









O app permite, além da leitura do conteúdo, folhear página a página, marcar versículos, anotar comentários, realizar buscas por informações específicas - traduções, livros, capítulos ou versículos - e selecionar trechos para compartilhar nas redes sociais.
 "Diário da Palavra" está disponível para download na App Store. O aplicativo é gratuito e pode receber atualizações mais a frente, como várias traduções bíblicas, opções de vídeos e versões para plataformas com o sistema Android.



Biodiversidade - preservar é questão de sobrevivência

Hoje, dia 22 de maio, é comemorado em todo mundo o Dia Internacional da Biodiversidade. A formação da palavra biodiversidade se dá pela união do radical Bio = vida e da palavra diversidade = variedade, por isso conclui-se que biodiversidade significa ‘variedade de vida’ e as complexidades ecológicas nas quais elas ocorrem. A data é celebrada desde que foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1993. A importância do tema é tanta, que a organização declarou esta como a década da Biodiversidade (2011-2020). Ela é formada por uma associação de vários componentes hierárquicos: ecossistema, comunidade, espécies, populações e genes em uma área definida, o que significa dizer que varia de acordo com as diferentes regiões. A biodiversidade reúne toda a variedade de vida, desde micro-organismos até animais e plantas. É o conjunto de espécies que estabelece uma inter-relação na qual cada ser, por mais simples que seja, tem uma função fundamental na composição do ecossistema. A biodiversidade funciona como uma máquina, em que animais e vegetais são suas engrenagens. Por exemplo, se uma espécie de vegetal for comprometida, poderá ocasionar a extinção daquele animal que o tem como base de sua dieta. Esse animal que se extinguiu, por sua vez, possuía uma função na cadeia alimentar ou na própria natureza. A preservação da natureza e da diversidade garante a proliferação da vida.
As indústrias têm focalizado sua atenção às florestas, para conhecer espécies que podem ser utilizadas como matéria-prima na produção de medicamentos e cosméticos, mas não pensam que essa exploração pode alterar ou impactar as áreas de possível extração. O homem com sua capacidade de pensar, gerar riquezas e desenvolver tecnologias, cria várias coisas, mas não consegue (ou não quer) recriar o habitat que ele mesmo danificou.
Estudos revelam que nos próximos 25 anos, de duas a sete espécies em cada 100 vão se extinguir. É importante saber que cada planta extinta ocasiona a perda de 30 espécies de animais e insetos que dela dependem. A atenção dedicada ao assunto deve-se não somente a importância da conservação da biodiversidade para a manutenção da vida humana, mas, principalmente, devido ao uso desordenado dos recursos naturais para sustentar um padrão de vida danoso a Terra. Estima-se que apenas no último século, graças à nossa espécie, sumiram do planeta metade das áreas pantanosas, 40% das florestas e 30% dos manguezais. Para se ter ideia, caso o desmatamento não seja reduzido pela metade até 2030, somente os danos associados às mudanças climáticas chegarão à ordem de 3,7 bilhões de dólares.
A menos de um mês da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), o relatório Living Planet, que reúne dados científicos sobre o meio ambiente a cada dois anos produzido pelo WWF, indicou que as condições do planeta pioraram desde a Rio 92.
Desde então, o mundo teve uma perda de biodiversidade de 12%, emite 40% mais gases poluentes, as florestas diminuíram 3 milhões de metros quadrados. Caso continue neste ritmo, segundo alerta o documento, o mundo precisará da quantidade de recursos equivalente a três planetas até 2050.
O cenário brasileiro em relação à biodiversidade também não é muito animador. Com metade das espécies brasileiras conservadas em Unidades de Conservação, sete delas devem ter a área reduzida para dar lugar a 22 hidrelétricas planejadas na Amazônia. O novo Código Florestal, que aguarda decisão presidencial sobre a sanção até o fim desta semana, pode ser um desastre para as florestas brasileiras, segundo antevê uma boa parte dos especialistas na área.
A degradação desenfreada dos recursos naturais é como um bumerangue. Se continuarmos desperdiçando esse recursos, em troca, não teremos de onde tirar nem o básico para o sustento nas próximas décadas.                       
                                                     
Preservar a natureza é responsabilidade de todos.